Rádios Online Beta | Musicas online

rádios por

musica - Rock

Comandado pelo ator Jared Leto, o 30 Seconds To Mars lota show no Rio

Qua, 30 de Março de 2011 às 11:32

tamanho do textoAumentarDiminuir

Foi com vinte minutos de atraso e ao som de gritos ensurdecedores que a banda 30 Seconds To Mars subiu ao palco da casa de show Vivo Rio e fizeram o chão tremer e as paredes balançarem com seu rock and roll pesado e emotivo, recheado de letras que falam sobre o amor e executadas com a fúria que o público esperava.

A banda, que esteve em São Paulo no dia último dia 27, é composta por quatro músicos e liderada pelo carismático ator/cantor, Jared Leto, também conhecido do grande publico por seu trabalho no cinema, em filmes como "Requiém Para um Sonho" e "Alexandre". Se engana quem pensa que Jared estava lá apenas para se exibir para as fãs, com a camisa 10 da Seleção Brasileira e em calças justíssimas, compondo um lookemofashion; Jared Leto prova que canta muito e é capaz de sozinho, dar conta da pequena multidão que lotou a casa de shows em plena terça-feira. O cantor é talentoso e simpático mesmo quando usa as frases clichês sobre como é bom estar no Brasil e chegou a convencer que sabia algo sobre a cidade, citando lugares onde curtiu ouvindo samba, como Lapa e Santa Tereza e comentando também a beleza indiscutível da praia de Ipanema. O cantor atiçou o público, brincando com a famosa rivalidade entre Rio e São Paulo, quando disse que a platéia teria que se esforçar muito para superar o show feito por lá. Isso foi suficiente para que os leais habitantes do planeta 30 Seconds to Mars pulassem e gritassem ainda mais alto que antes.

As pessoas que compareceram ao evento representavam bem o tipo de público que se atrai pela música proposta pela banda, conhecida por seu estilo pós-grunge com uma pegada mais pesada do rock em alguns momentos e com melodias mais elaboradas, agradando mais aos emos. Vestidos à caráter as tribos desfilaram diversos visuais, que iam da obrigatória chapinha e pomada na franja às correntes de ferro e roupas pretas, passando pelos resistentes seres de gorrinho e camisa de flanela xadrez, representando a heterogeneidade do público que a banda conquistou aqui no país. Sem deixar de interagir com o cantor que arriscou um "obrigada" e um "Olá, Rio" em português, mas se comunicava mesmo em inglês, a platéia provou que estava com o idioma afiado e acompanhou o cantor em uníssono em todas as músicas, sem deixar escapar nenhuma frase sequer. Essa paixão desmedida dos fãs pôde ser medida logo quando a banda anunciou a vontade de vir ao Brasil pela segunda vez, a primeira no Rio de Janeiro, mesmo contrariando conselhos de amigos e, prontamente, os fãs esgotaram os ingressos postos à venda antes mesmo da confirmação do show pela banda.

Essa relação de confiança entre banda e platéia ajudou no ritmo do show, que já começou fazendo uma barulheira de respeito, com muita guitarra e bateria rachando a cabeça dos de mais idade. Nessa linha pesada, foram tocadas Escape e Night Of The Hunter, ambas do álbum "This Is War", de 2009, que também dá nome a turnê e que balançaram, literalmente, as estruturas do Vivo Rio. Num momento mais calmo do show, Jared cantou à capela e mostrou o lado mais suave da banda. A melancólica From Yesterday, do álbum  "A Beautiful Lie" e Alibi, do primeiro disco, intitulado 30 Seconds to Mars, deixaram os fãs em êxtase. Em coro, as pessoas acompanharam as músicas, tornando a noite especial inclusive pros roqueiros da banda, que agradeceram juntos ao final de uma hora exata de show. 

Como era de se esperar, os pedidos de bis incentivaram um grande retorno dos cantores ao palco e, ao som da polêmica Hurricane, fizeram a alegria dos fãs, que clamavam por The Kill e foram prontamente atendidos. Para o grand finale, a banda reservou a música Kings and Queens, que pôde ser acompanhada de perto pelas sortudas que foram escolhidas pela banda e que agradeceram a chance de ficar mais perto de seus ídolos empunhando os triângulos de plástico, símbolo do 30 Seconds to Mars, e enchendo os jardins do MAM com a histeria que só é possível nessa idade.

Set list:
Escape
Night of the Hunter
A Beautiful Lie
Attack
Search And Destroy
This Is War
100 Suns
Vox Populi
L490
From Yesterday (Acústica)
Alibi (Acústica)
Hurricane (Acústica)


Bis
The Kill
Closer To The Edge
Kings and Queens

 

- Reprodução do Almanaque Virtual

rádios

2005-2013 Rádios Online - Todos os direitos reservados

Desenvolvido porCriaçao de Sites